quarta-feira, 14 de setembro de 2011

A luz é vermelha

Quem costura ou desenha ou faz qualquer tipo de trabalho manual, sabe que de noite precisamos de luz! Inspiração para não dormir e claridade para definir. 

Forçar a vista no escuro não é nada legal e muito menos produtivo. No dia seguinte você toma um susto com o que você achou que estava fazendo à meia luz. Um local de trabalho bem iluminado é fundamental.

Apesar da luz do pendente do ateliê ser bem forte, eu sentia falta de um foco de luz bem em cima da minha mesa. Então roubei, com todo amor, a velha luminária do Bruno, que ele tem desde que o conheço. Ela é - ou melhor, era - branca, mas tava encardidinha, encardidinha. 


Quando eu percebi que já era patrimônio adquirido, resolvi dar a ela uma roupa nova. E o processo tá aí em baixo, vê só:


E ação: tinta spray nela!!!
** Lembre-se sempre de manter uma distância de uns 2 palmos entre o objeto e o spray. Se ficar muito próximo, vai acumular tinta e encher a superfície de bolinhas.

Depois de 2 demãos, olhem o resultado (parcial, diga-se):


Mas então, eu queria mais. Simplesmente vermelha era pouco para essa luminária, que passou tanto tempo sem um retoque decente.
Eis que, depois de 15 minutinhos de crochê, fiz essa círculo e fixei em sua base, com ajuda da melhor amiga cola quente.



E depois de tudo isso, já devidamente instalada, a fofinha ficou assim:




Não sabe fazer crochê? Mas então compre sua agulha, linhas coloridas e dê uma chegadinha aqui ó.

E o crochê circular? Ainda não aprendeu? As meninas do SuperZíper ensinam nesse vídeo de forma bem didática, uma beleza.





Você poderá gostar de

5 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...