sexta-feira, 21 de outubro de 2011

O que realmente te faz feliz?


Essa semana li um livro fofo (e com lindas ilustrações) chamado A vida curta e incrivelmente feliz de Riley e passei um bom tempo pensando nele. É um livro para crianças, mas eu tenho tido cada vez mais certeza que todos deveríamos lê-lo de vez em quando, para nos situar na vida real, naquela que de fato tem importância.

O livro faz um paralelo entre Riley, um ratinho com uma vida simples e feliz, e as pessoas, com suas eternas insatisfações em relação a suas próprias vidas. 

Porque será que a gente complica o que poderia ser simples? Porque passamos boa parte de nossas vidas sem fazer o que realmente queremos, com pessoas de quem não gostamos, em lugares que não queríamos estar?

E assim, vamos vivendo, passando por cima do que sentimos para nos encaixarmos em um dos espaços pré-moldados da nossa sociedade quadrada e rasa. E assim, vamos deixando de viver.

Mas eu quero muito fazer de outro jeito. Quero que meus dias não sejam vazios de sinceridade e verdade. Quero ter em que acreditar, um projeto que me mova, paixões que me alimentem, pessoas a quem amar. Quero uma vontade desenfreada que me conduza para o diferente. Quero me sentir inteira.

Felicidade parece uma coisa complicada, mas não é não. Se a gente relaxar, ela vai tomar conta.








Esse post é dedicado à Paula Balduino, uma linda amiga que hoje completa 30 anos e que me ensina muito sobre simplicidade.

Você poderá gostar de


2 comentários:

  1. Olá Camila!

    O Facebook e o Twitter da Coats Corrente Brasil estão no ar!

    Curta nossa página e siga-nos no twitter, e fique antenada com as nossas novidades!

    http://www.facebook.com/pages/Coats-Corrente-Brasil/217008278366787

    Twitter: @coatsbrasil

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Paula pelo aniversário!!

    Obrigada, Mila, por nos lembrar do que teimamos em esquecer...
    Ser criança não é ser infantil, não significa não ter responsabilidades... Ser criança é agir com pureza no coração e sentir com a mais pura inocência que Ser é muito mais do que Ter.

    Um brinde ao simples, um brinde à pureza das crianças, um brinde à Paula!!

    Bjo com carinho
    Mik

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...