terça-feira, 13 de março de 2012

Sobrancelha e bochecha: a beleza da aceitação


Tenho cabelo enrolado. Bem enrolado, e que nunca viu luzes nem escova progressiva. Nunca fui magra, tenho peitos pequenos e sobrancelhas grossas. Quase sempre estou sem esmalte na unha, apesar de achar lindo. E quase nunca uso maquiagem. Tenho 30 anos, pintas pelo corpo inteiro e sou míope.
E adivinhem só: me acho bonita. Não é incrível?

Tenho orgulho de mim, mesmo sem silicone e barriga travada. Me sinto orgulhosa da minha idade, das minhas marcas e especialmente da aceitação que tenho de mim mesma. Aliás, é mais do que aceitação, é amor. Por mais clichê que possa parecer, é isso mesmo: eu me amo. Isso sim é lindo.

Não me interessa amigos nem amores que não me aceitem do jeito que sou ou que valorizem mais as minhas falhas estéticas do que a minha alegria, minha coragem, meu amor e minha generosidade. Eu passo. Inteligente é quem consegue enxergar beleza nas diferenças. Não quero ser desejada, quero ser amada.

Claro que já me senti rejeitada pela falta de fios louros na cabeça e pela gordura que teimava em estar na barriga e não no peito. Mas no fundo eu sempre soube que tudo bem, que ia passar, que nada disso tinha muita importância. E, sorte a minha, sempre fui cercada por pessoas muito especiais que me apresentaram a vida sobre outra ótica que não a estática, ops, estética.

As cirurgias plásticas têm seu valor, eu gosto de moda e adoro praticar exercícios. Mas o que me parece é que a coisa tá desandando e ser bonita (dentro dos padrões) se tornou mais importante do que ser feliz. E pior: isso é uma premissa machista, pois parece ser verdade especificamente para as mulheres. 

Isso tudo é o que eu gostaria de ter dito à filha de uma amiga, de 15 anos, quando me apresentou, com orgulho, seus seios recém siliconados. Mas não consegui, estava em choque. Não há silicone no mundo que turbine verdadeiramente uma baixa autoestima.



Esse post é dedicado ao homem mais lindo desse mundo, aos meu olhos. Foi quem me ensinou que mais bonito do que ter peitos grande é aprender a se amar.






Você poderá gostar de

32 comentários:

  1. Nada como se acreditar linda para se sentir linda!!
    Sua generosidade a faz ser muito mais linda do que já é.
    Gosto da sua sinceridade, e sinceramente, acho você super inteligente!! Beleza melhor não há!

    Mila, realmente deve ter sido assustador ver uma criança de 15 anos com silicone nos seios... me recuso a imaginar como será quando fizer 18 anos e completar a maioridade...

    Tomara que essa criança volte a enxergar, porque agora ela e a família estão cego pela estética social...

    Bom dia querida!!

    ResponderExcluir
  2. Perfeito, Camila!
    Não há mesmo felicidade (ou eu imagino que não haja!) em uma alma/coração que coloque a estética em primeiro lugar. Não uma felicidade duradoura, ao menos, porque quem segue essa linha costuma nunca estar satisfeito...
    Bjs,
    Tatiana

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito seu post! Tinha que estar numa revista Capricho!
    Parabéns!

    beijos
    carol

    ResponderExcluir
  4. Amei!! Precisamos redescobrir no dia-a-dia onde nossa beleza se encontra, e se vc cria esse h´´abito vai notar que ´´e ainda mais bonita do que imaginava.
    Infelizmente a cultura atual prima pelo TER e n~~ao pelo SER.
    Beijos
    Liza

    ResponderExcluir
  5. Mila, vou repetir o que vc disse: talvez o silicone resolva o problema imediato da garota, mas a falta de amor próprio tá lá dentro e a solução a gente não compra, né. A construção de uma identidade positiva, independente da estética idealizada, começa na infância e os pais precisam perceber isso e ajudar a menina de outra forma para que ela se valorize com corpão ou não.
    Beijoca
    Lu

    ResponderExcluir
  6. Mas amiga, você é linda mesmo!!!!!!!!!
    É uma pena o valor que se dá pra beleza, essa beleza em padrões estabelecidos por sei lá quem... Tenho fé que a próxima geração vai abrir os olhos pra isso e mudar.
    É aquele eterno erro de dar importância ao que não tem importância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Yaritcha, às vezes tenho a sensação de que essa valorização estética só tem piorado a cada geração. Mas vamos andar com fé, que ela não costuma falhar, né?

      Excluir
  7. Lindo o sei post! A gente tem que ver com os nossos olhos, e n com esses loucos olhos da indústria fashion. Um bj grande

    ResponderExcluir
  8. Mulherada, temos que resistir a essa imposição social! =)
    Apesar de ser totalmente a favor de não se perder a ternura!

    ResponderExcluir
  9. Camila, confesso que já tiver vontade de ter peitão, fazer lipo, etc. Mas hoje, nem pensar! O tempo e o amadurecimento me fez mudar de idéia.
    É muito bom a gente se achar bonita do jeito que somos, e você é uma pessoa bonita, aliás, vibrante. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, nega, como eu fico feliz com isso!
      Eu também já quis ter peitão, daqueles enormes mesmo. Mas sabe, é sempre assim, né? Sempre queremos o que não temos, a eterna insatisfação do capitalismo. Não podemos fazer com que isso ser maior do que nossos valores, né?

      Beijos saudosos

      Excluir
  10. Ah nem... cadê o botão de CURTIR dos blogs? Tinha q ter um igual ao do Facebook. A mensagem é linda e aplaudo com as mesmas palavras de quem disse aqui em cima: Lindo texto e linda mulher. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito agradecida Lilla. Essa sua foto tá ótima!

      Excluir
  11. Adorei o texto e as reflexões que ele traz! Tu é linda mesmo, Camila!

    ResponderExcluir
  12. Uau... Sem comentários... Parabéns, a partir de hoje você ganhou mais uma nova fã... Bjuxxxxxx....

    ResponderExcluir
  13. É isso aí...também não deixo ninguém tocar nas minhas sobrancelhas, muitos já tentaram e até já deixei mas me arrependi porque dói pra cacete e não gosto de sentir dor...Quanto aos cabelos também nunca coloquei tinta, só aqueles tonalizantes porque adoro cabelo vermelho escuro, mas agora os brancos estão aparecendo e no início ficam meio esquisitos assim um aqui e outro lá, e não gosto de arrancá-los...tadinhos..vamos ver o que vou fazer...rsrsrsrs...Também adoro unhas coloridas mas detesto salão de beleza...então me esforcei e aprendi a pintar minhas unhas sozinha e quanto estou animada treino um pouquinho...quanto a me maquiar, estou me esforçando também porque adoro mexer com as cores das sombras, batons...é lindo...mas dá uma preguiça..enfim, vamos fazer o que nos dá prazer né não? Ficamos mais bonitas assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I importante é se sentir bonita independente de subterfúgios, né Claudia?

      Excluir
  14. Somos lindas sim! e nossa beleza não é efêmera como se vê em bancas por aí...diria Céu... mas o que dizer da mãe que permitiu uma violência como essa? é milonga, o buraco é mais profundo do que se imagina...

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, acredito que a mãe tenha uma responsabilidade enorme nessa situação. Mas Maria, ela provavelmente é uma pessoas que sofre a mesma pressão estética que fez a filha decidir que só seria feliz com peitos maiores. E talvez tenha deixado isso acontecer como forma de proteger a filha disso tudo...

      Excluir
  15. ah amiga você é linda mesmo...não tenho isto dentro de mim, mas quem sabe com a vivência aprendo um pouquinho...beijokas

    ResponderExcluir
  16. Falou tudo me identifiquei com vc faço minhas as suas adorei o texto, o mais importante é querer evoluir espiritualmente é isso que vai contar, eu tbm não sou beleza, mas eu me amo, magricela, com barriguinha rsss bjs adorei seu blog :)
    Dri :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Dri, vamos reforçar esse coro!

      Excluir
    2. Rss, vamos, vamos !! rs
      Eu achei vc muito linda !! O que faz a pessoa linda , não é seu exterior, pq muitos exemplos de beleza, são feitos somente de casca, a beleza robótica de hj em dia, não consegui ainda ver essa tal beleza, sou contra, a qqer tipo de mudança radical do corpo, sempre agradeço a Deus pela pessoa que sou e pela saúde graças a Deus! :)
      Já te achei linda!
      Eu sempre digo as únicas duas cirurgias que fiz foi, a cesária, pq tive dois filhos lindos, agora botox, etc....vixi, nem pensar rss.
      Eu fiz umas luzes no cabelo, p camuflar os brancos, acredite, já me arrependi um pouco, mas vamos ver até qdo aguento, eu gosto de mim da maneira que Deus me fez, ai qdo eu mudo um pouco parece que não sou eu rss, bom falei muito, bjs e abraços fica com Deus e em paz :)
      Dri (te adorei)

      Excluir
  17. Camila to conhecendo hoje teu blog e amando, to devorando cada postagem, uma melhor que a outra essa então nem tem o que comentar PERFEITA!!!!
    Adorando tuas dicas, mensagens e crafts, ja te coloquei nos favoritos, obrigada e parabéns!!!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que massa, Lisi! Seja sempre bem-vinda e se sinta à vontade para colaborar quando quiser, tá?

      Beijocas

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...