sexta-feira, 22 de junho de 2012

Máquina nova!

Quando eu decidi que viajaria para Nova Iorque, pensei logo na possibilidade de comprar uma máquina de costura para mim. De uns meses para cá, comecei a sentir vontade de ter uma máquina mais robusta, mas estável, com mais funções. Fiquei um tempão na dúvida se valeria a pena, pois a Piu Bella ainda era muito parceira, apesar de seus 15 anos de vida.

Mas não resisti quando vi isto:


Em 2012, a Singer fez 160 anos e lançou esta edição limitada para celebrar sua história. Não deu para aguentar: peguei uma fatia desse bolo para mim.


Apesar da aparência ser o que menos importa numa máquina de costura, não tem como não se curvar para tanta belezura. O design é uma reminiscência das antigas máquinas de costura (pretas com desenhos dourados), mas com traços mais modernos. Quando eu a liguei pela primeira vez, levei um susto com o tanto de luzinhas que se acenderam e passearam pelo corpo da máquina. Para quem antes precisava arrumar mau contato de cabos para ter sua máquina ligada, essas luzes foram como fogos de artifício dentro de mim. =)


Nessas duas semanas em que a máquina esteve sobre minha mesa, pude observar que ela não é só mais um corpinho bonito, pois também arrasa na execução. A costura é super suave e fácil de se controlar, os pontos são ajustados automaticamente (mas permite personalização) e nos ajuda a não errar nunca, pois evita congestionamento de linha e avisa quando algo não está indo bem.

Ainda não tive problema com a tensão da linha e ajustar os pontos tem sido mamão com açúcar. O ponto é bem consistente e a máquina costura tecidos grossos e sobrepostos sem nenhuma dificuldade. Enfim, uma fofa.


É tudo tão fácil que às vezes fico com a impressão de que está faltando alguma coisa, népossível. Quer dizer, eu ainda não descobri como usar o pé-calçador de caseamento automático, nunca vi um daqueles. Mas juro que vou ler o manual, hahahahaha.


Além disso tudo, ela vem com todas as firulas já conhecidas por nós: passador automático de linha, milhões de estilos de pontos, uma caixa de acessórios espaçosa e um braço removível gigante (o que significa que tem uma superfície maior para apoiar o tecido \o/).

Enfim, pinto no lixo é pouco para descrever como estou me sentindo esses dias. Acredito que minhas manhãs de criação serão cada vez mais especiais.


*** Infelizmente, esse modelo não está a venda no Brasil. Ele só foi comercializado pela internet e somente em três sites: Amazon, Jo-ann e HSN. Eu comprei na Amazon, numa promoção que já não encontro mais, na HSN tem pouquíssimas unidades e na Jo-ann já acabou. Ou seja, edição limitadíssima mesmo. =(







Você poderá gostar de

19 comentários:

  1. Aaaahhh, que sonho! Super linda mesmo! Parabéns pela aquisição.
    =)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa a sua máquina! Adoro design e esse é inpirador.
    Eu tenho uma máquina eletronica e na primeira vez que a liguei fiquei besta com as funções... Facilita muito a nossa vida.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Lets, parece que eu parei de andar com sapato apertado, hahahaha.

      Excluir
  3. Luxo e Riqueza! Essa ai é "a cara" da riqueza!!!
    A gente devia ter isso como lema de vez em qndo!!! rsrsrsrsrs
    Eu ainda estou destrinchando a minha singer facilita recém ganhada...E to amando! Queria ter uma entrada USB na cabeça pra poder instalar manuais de equipamentos legais assim... Mas como ainda não da pra fazer upload de cérebro, vamos por um método mais tradicional mesmo, ler...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valéria, eu sou a pessoa com mais preguiça de manual no mundo! Mas sei da importância deles, minha relação com a Piu Bella mudou depois de uma lidinha rápida no manual, hahahahaha.

      Aproveite muito sua Facilita, trate-a com carinho que ela será riqueza e luxo na sua vida!

      Beijos

      Excluir
  4. Adoro a cor preta, e o fato dela ser automática deve facilitar muito! Mas no momento meu amor são as industriais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Bárbara, nem saberia onde colocar uma máquina industrial na minha casa. Eu teria que morar no corredor!
      Mas ainda vou chegar nesse degrau. =)

      Excluir
  5. Oi Camila!
    Tudo bem? Descobri essa máquina aqui no seu site e fui dar uma olhada na amazon, nos reviews uma pessoa reclama que não dá pra parar com a agulha pra baixo. É isso mesmo? E aí, como faz quando a gente vai fazer aquela manobra de mudar a direção da costura e precisa manter a agulha enfiada no tecido?
    Também reclamaram dela ser extremamente barulhenta... o que vc achou disso?
    Achei ela tão linda!! Mas fiquei na dúvida.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Oi Flávia,
    Acho que tudo nessa vida é uma questão de ponto de vista, sabe? Como a minha antiga máquina era infinitamente mais barulhenta, acho o som que esta faz bem tranquilo. Nunca me importei.

    Quanto a parar a agulha embaixo, realmente ela não pára automaticamente. Mas quando eu preciso mudar a direção da agulha, finco-a manualmente, numa boa.

    Ela tem o ponto bem uniforme e harmônico, não tenho nenhuma observação ruim a seu respeito ainda.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Ai, amiga! fiquei babando... Uma dessa tem que ser minha!Bjs, Cissy

    ResponderExcluir
  8. estou muito tentada tambem! mas tenho uma pergunta em relação a compra, foi tranquilo comprar na amazon chegou direitinho? vc teve que pagar alguma taxa adicional na alfandega?

    obrigada :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida,

      não tive problema nenhum porque pedi para que entregassem no hotel que me hospedei em Nova Iorque. Por isso, trouxe tranquilamente na minha mala. =)

      Acredito que se vc pedir para entregar aqui, deverá pagar uma taxa sim. A Aduana tem estado super rígida nesses últimos tempo.

      Beijos

      Excluir
  9. Gostaria de saber se esta Singer 160 edição limitada é de ferro ou em plástico. Pois me parece que uma que está a venda numa autorizada é de ferro.
    Obrigado, aguardo resposta.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...