segunda-feira, 8 de abril de 2013

Notícias do mundo de cá


Foram tantas descobertas desde o dia em que vi as duas listrinhas brilhando no exame de farmácia, que não consegui escrever uma linha a respeito. Quando eu achava que estava entendendo ou decidindo por alguma coisa, descobria novas formas de enxergá-la. E assim, num atropelo de emoções e vontades, já são 30 semanas e não voltei aqui para compartilhar um sentimento sequer.

Eu li outro dia que o bebê escuta os sons de dentro e de fora da barriga. Que reconhece minha voz e que gosta de ouvir música. Mas fiquei fascinada mesmo foi pela relação não-verbal que se deu entre mim e o Bento. É como se fôssemos um, como se eu não precisasse dizer nada, e isso foi realmente um aprendizado especial. Agora tenho começado a falar um bocadinho mais e sentir que ele se expressa mais também. Ele adora Nina Simone - ou sou eu quem adora ouvi-la enquanto ele se mexe todo.

É difícil escapar dos palpites quando a barriga de grávida começa a aparecer. São tantas teorias e verdades que fica realmente difícil se manter sempre fiel ao que acreditamos.  E uma coisa eu já entendi: não é fácil estar fora do padrão. Não é fácil não desejar (nem querer agendar) uma cesárea, ou não fazer um quarto todo cheio de frufru e papel de parede, ou decidir usar fraldas de pano. As pessoas riem da sua cara, te acham uma coitada, perdem a noção do respeito. E assim, a vida segue, com a força de uma amor maior te impulsionando.

Por mais que a gestação seja um evento fisiológico que ocorra o tempo inteiro por aí, quando acontece com a gente, tudo é forte e profundo. É uma conexão tão incrível com o próprio corpo e com a natureza que já não importa se a gente vai ter estria ou que cor será o olho do bebê. Valiosa mesmo é a oportunidade de ser uma pessoa melhor ao abandonar hábitos ruins para educar uma pessoinha com amor e coerência. 

Então, nunca me senti tão responsável por algo na vida, nunca me senti com tanto desejo de dar o melhor de mim. Mas, ao mesmo tempo, nunca foi tão claro que não tenho controle absoluto sobre tudo e que preciso aprender a aceitar as formas que a natureza dá para cada pedaço seu.

Estou aqui, com saudade de vocês, mas imersa em reflexões, sentimentos, livros e ideias para ele, para o pequeno Bento. Quando a preguiça passar, volto para conversarmos mais e para mostrar como podemos educar nossas crianças com simplicidade e tecidos coloridos.






16 comentários:

  1. Lindo Post! Com certeza é uma das coisas mais complexa, gratificante, sonhadora, importante na vida da gente. Gerar um filho!
    Felicidades e muita saúde pra vcs!

    ResponderExcluir
  2. Lindo Mila, imagino que uma gravidez deve deixar a cabeça feito um turbilhão, mil idéias, duvidas, desejos. Descoberta de novos sentimentos e sensações. Parabéns ! Você eh linda e certamente o Bento já est'a curtindo muito essa mãezona. Aproveita e fala pro Bento que a bisa e os vós estao aqui esperando ansiosos ele e desde já se sinta muito amado. Beijos querida, pra você e pro Bento .

    ResponderExcluir
  3. Mila, que lindo tomei um susto qdo vi sua atualização no email :)
    Fiquei feliz em ve-la e ver o qto está aproveitando a gravidez!
    Que bençãos :)
    Desejo tudo de bom, e vai ser legal acompanhar a sua nova fase, eu que já tenho dois....um de 6 anos e uma de 3 anos ! rs
    Bjs fica com Deus!
    Dri :)

    ResponderExcluir
  4. Ahhh esqueci, de falar vc está linda amei sua barriga....oh saudades que dá depois dessa barriga :) bjs
    Dri :)

    ResponderExcluir
  5. Ah linda...confesso q meus olhinhos ficaram marejados agora...
    Sou do time das que não pretendem ter filhos. Tenho cá minhas ideias e ideais, mas respeito muito quem decide ter um rebento e mais ainda quem planeja de verdade e sabe muito bem que tipo de educação dará a ele, afinal ele não será um bebezinho fofo eternamente (menos aos olhos das mamães...rsrsr) vai crescer e se tornar um adulto e o tipo de aduto q ele vai se tornar grande parte da responsabilidade é dos pais. Vejo que vc é uma pessoa prá lá de sensata e que vai criar uma pessoa suuuuuper do bem! Parabéns gatona! te acompanho nas reds sociais e fico muitissimo feliz qndo vc aparece com uma novidade! Beijos nos dois!!!

    ResponderExcluir
  6. Querida, aproveita cada momentinho, depois tudo passa rápido: os meus têm 19 e 23! Agora meu coração já quer ser de vó, enquanto leio seu texto e fico lembrando de como é bom ser mãe, de primeira e de segunda viagem. Beijão, muita luz no caminho de vocês 3!

    ResponderExcluir
  7. Vc vai tirar de letra pq vive e pensa com o coraçao, nós humanos e tb os animais só precisamos de AMOR...MUITO AMOR E PACIENCIA claro! Vc tem mt sensibilidade e vai perceber o que ele quer e o que vai ser melhor para os dois. Curta muito sua barriga q está linda! e depois que eles saem dá uma saudade danada! Felicidades e mt saude pros dois!
    bjos

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, parabéns, parabééééns!!!!!
    Q seus dias c a barriga sejam maravilhosos!!!!
    E q depois c o Bento sejam de muito amor e leitinho!!!
    E bastante paciência pra ouvir as dicas dos sabedores de plantão... rsrss
    Façamos o Ooooommmmm!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. tava com saudade dos posts da Milonga. Muito lindo e inspirador seu depoimento, como sempre :)
    Parabens, mamae! Curta muito e compartilha com a gente seu amor quando der. <3

    ResponderExcluir
  10. Que delícia vir aqui achando que só reveria os posts antigos e já lindos e deparar com essa experiência e barrigona maravilhosas!
    Saúde e mais muitos aprendizados para você e para o Bento!
    Um beijo grande,
    Ma

    ResponderExcluir
  11. Sua linda... as imagens e seu texto foram as coisas mais ternas que já vi e li, neste ano...Que Nossa Senhora do Bom Parto lhe proteja !

    ResponderExcluir
  12. Lindo! Me identifiquei muito com isso que voce falou sobre padrões. Muita gente me achou louca porque eu queria parto normal. Tambem ouvi que eu não ia conseguir usar fralda de pano na minha filha, porque da muito trabalho. A pessoa riu de mim, me achando inocente demais por achar que era possível!
    Pois bem, tive o parto que queria (ha exatos 3 meses!), e a Alice ta só na fraldinha de pano (além de serem lindas, são super faceis de cuidar). Ah, o quarto dela tambem tem zero tons bebe. Eu nao pintei o teto de vermelho, mas uma das paredes tem muita cor!
    Aproveitando que você ta na vibe "maternidade", podia substituir temporariamente o "eu costuro aqui" por um "fiz pro meu bebe" ou alguma coisa parecida, hein? Isso se voce ainda tiver um tiquinho de energia nesse final de gravidez - que costuma ser punk!
    Beijos e "boa hora"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Stella, acho que vai demorar um bocadinho.
      Barrigão de nove meses só penso em conectar com o Bento agora.

      Beijocas

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...